Cuidados com alimentação evitam ganho de peso no inverno

No inverno, a fome aumenta porque o corpo precisa de mais calorias para suprir as suas necessidades básicas. Isso acontece porque, devido ao frio, o organismo tem um esforço extra para manter a temperatura habitual. Outro ponto que contribui para o aumento do apetite é a diminuição na produção de serotonina, um neurotransmissor que promove a sensação de bem-estar.

Para suprir esta sensação de tristeza e desânimo que pode vir no inverno, a maioria acaba compensando com os alimentos calóricos como doces, massas e carnes gordurosas. De acordo com a Dra. Claudia Chang, Doutoranda em Endocrinologia e Metabologia pela USP, Coordenadora e Professora da Pós Graduação Endocrinologia ISMD, pequenas mudanças no hábito alimentar podem ser decisivos para manter a qualidade de vida sem ganhar quilos extras com os meses frios.

A endocrinologista explica que, com esse aumento da fome, as pessoas acabam ficando propícias a ingerir alimentos ricos em gorduras e açúcares, o que pode acarretar no aumento de peso indesejável e, em casos mais sérios, problemas de saúde como o aumento do colesterol e triglicérides.

Para manter a boa forma no inverno, seguem algumas sugestões da Dra. Claudia Chang:

– Evite massas, que são muito calóricas, principalmente as que forem preparadas com molhos brancos e outros ingredientes com alto teor energético;

– Reduza o consumo de derivados do leite mais ricos em gorduras, como creme de leite, queijos amarelos e manteiga;

– Cuidado com chocolate, nozes, castanhas e avelãs. Eles são nutritivos, contêm boa gordura, mas são muito calóricos;

– Com o frio, a maioria das pessoas deixa a salada de lado. Se você também não pode ver uma alface no inverno, opte por legumes cozidos, porém, tente fazê-los no vapor. Assim, não há perda de nutrientes importantes;

– Consuma sopas: ótima medida no inverno, aquece e dá saciedade. Evite, porém, colocar condimentos prontos como caldos e molhos. Além de estes serem muito ricos em sódio (o que faz o corpo reter mais líquido e dar aquela sensação de inchaço), a maioria possui glutamato monossódico, substância que faz com que horas depois você sinta mais fome.

– Chás: excelente opção! Aquece e não traz prejuízos ao sono, assim como nosso tradicional cafezinho. Se você é uma daquelas pessoas fissuradas em chocolate, aqui vai uma dica simples: tome um copo de leite desnatado quente à noite e misture cacau e canela em pó. Assim, você terá o sabor do “achocolatado”, mas sem as indesejáveis calorias a mais.

“Gosto de conversar com os meus pacientes e sempre alerto que o importante é ter uma alimentação saudável e balanceada, além de uma atividade física regular. No inverno também temos mais preguiça de praticar exercícios físicos. Mas eles devem ser parte de um processo contínuo de reestruturação de estilo de vida.”, relata a endocrinologista Dra. Claudia Chang.