Diabetes: O poder do Victoza

Sem sombras de dúvidas, a matéria sobre o victoza foi não só a mais acessada do blog, mas também a que teve o maior número de participações no modelo antigo (mais de 200!).

Mas vamos então à matéria:

Em primeiro lugar, que substância é esta?

Quando comemos, são produzidos vários hormônios. Uma classe produzida em especial se chama incretinas. Dentre as incretinas, destaca-se o GLP-1 que, em determinadas situações como no diabetes, por exemplo, tem sua secreção inapropriadamente reduzida. O victoza (liraglutida) “imitaria” este hormônio naturalmente produzido pelo organismo, mas em doses bem maiores.

Como é a ação do victoza?

O GLP-1 estimula o pâncreas a produzir a insulina pós-prandial (que vai diminuir a taxa de açúcar no sangue), reduz a secreção de outro hormônio que antagoniza a ação da insulina (glucagon) e também lentifica a motilidade gástrica, levando a um maior tempo de esvaziamento gástrico e, com isto, maior saciedade.

Para quem o victoza estaria indicado?

Pacientes com diabetes tipo 2. Estudos para uso em obesidade e até em diabetes tipo 1 estão em andamento.

E como seria a ação no peso?

Seria de várias formas. Uma ação direta no controle da fome (hipotálamo) e outra agindo na lentificação do esvaziamento do estômago, dando uma sensação maior de saciedade por mais tempo.

Todas as pessoas que usam o victoza emagrecem?

Não. Embora a maioria perca peso, até 40% das pessoas que fazem uso podem não emagrecer.

Quais os principais efeitos colaterais do victoza?

Náuseas e vômitos, por lentificar a motilidade do estômago/intestino. Além disto, observou-se maior incidência de pancreatite nos pacientes diabéticos (não se sabe ainda se isto também ocorreria em não diabéticos). Em estudo experimental com camundongos, observou-se maior formação de um tipo específico de nódulos da tireoide, mas este dado ainda não foi confirmado em humanos e nem em outros trabalhos experimentais que usaram macacos, por exemplo.

Qual o grande cuidado do uso indiscriminado que tem sido feito do victoza?

O uso indiscriminado da medicação (infelizmente, não há solicitação de receita médica para a sua compra) é muito ruim. Isto porque pessoas que não teriam indicação ou que teriam até contraindicação, estão fazendo uso. Com isto, é possível aumentar-se os efeitos colaterais e podemos até “perder” uma medicação que tem potencial uso para obesidade. Isto já aconteceu com outros remédios que eram excelentes para auxílio do controle do peso, mas o uso indiscriminado levou a suspensão dos mesmos.