Engorda, mas não é comida! – Revista Galileu

Matéria publicada pela Revista Galileu, aborda fatores “obesogênicos”, termo criado pelo professor de bioengenharia da Universidade da Califórnia, nos EUA Bruce Blumberg, que é como ele chama as substâncias com o poder de incitar o corpo a acumular gordura.

Vários especialistas de renome na Endocrinologia foram entrevistados, veja alguns tópicos relatados pela Dra Claudia Chang e estariam correlacionados a uma maior predisposição ao ganho de peso na atualidade:

 Privação de sono

Aquele conselho que a gente ouve na infância tem sua validade científica. Um estudo da Faculdade de Enfermagem de Harvard analisou 60 mil mulheres durante 16 anos. No início da avaliação, nenhuma se encontrava acima do peso. Terminada a pesquisa, concluiu-se que quem dormia menos de 7 horas por noite engordou 30% a mais do que as voluntárias que repousaram por mais tempo. “Privar-se de sono altera o funcionamento do hormônio regulador do apetite, a leptina, o que nos faz ter mais fome”, justifica a endocrinologista Claudia Chang, do Instituto Superior de Medicina, em São Paulo. Além disso, pessoas que fogem do travesseiro ficam cansadas e têm menos vontade de se movimentar e queimar calorias. O estudo americano ainda revelou que não dormir o suficiente altera nosso padrão alimentar logo no dia seguinte. Quem deixa de descansar tende a escolher comidas mais gordurosas e ingere, em média, 30% a mais de calorias. Sem falar que as madrugadas em claro inspiram ataques à geladeira. Não é preciso banir uma noitada no final de semana. O problema é tornar a privação de sono parte da rotina.

Falta de sol

Nos últimos anos, estudos provaram que pessoas obesas apresentam menores níveis de vitamina D — substância fabricada quando a gente fica sob o sol – do que aquelas em paz com a balança. “Ainda não sabemos se isso é apenas uma associação fortuita ou realmente uma relação de causa e efeito”, analisa a endocrinologista Claudia Chang.

Link da matéria online

http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI327139-17579,00-ENGORDA+MAS+NAO+E+COMIDA.html

Imagens da matéria impressa

Clique na imagem do topo para ampliar.