Endocrinologista Drª. Claudia Chang

Crescimento e baixa estatura

Crescimento e baixa estatura

O crescimento é considerado um dos melhores indicadores de saúde de uma criança. Desvios da normalidade, tanto na altura como na velocidade de crescimento, podem indicar a presença de uma doença. Baixa estatura é um dos motivos mais frequentes de encaminhamento de uma criança ao endocrinologista.

Pais e mães sempre querem que seus filhos cresçam com saúde. No entanto, o crescimento e o desenvolvimento adequado na infância dependem de uma série de variáveis.

Quais fatores determinam o crescimento de uma criança?

O processo de crescimento depende de uma série de variáveis. Fatores genéticos e ambientais se combinam para determinar a altura final do indivíduo.

Que fatores podem interferir o crescimento?

A presença de doenças crônicas, desnutrição e deficiências hormonais são os que mais influenciam no crescimento e devem ser acompanhadas e tratadas por especialista (endocrinopediatra).

A maioria das crianças que tem baixa estatura tem deficiência hormonal (deficiência de hormônio de crescimento, GH)?

Embora a deficiência de hormônio do crescimento (GH) seja uma causa importante de baixo crescimento (estatura), são duas causas consideradas variantes do crescimento normal: baixa estatura familiar, e outra que chamamos de retardo constitucional do crescimento e puberdade.

Quais as fases do crescimento da criança?

Seriam quatro as fases principais: crescimento intra-uterino, crescimento durante a fase da lactação, infância e adolescência.

O início da puberdade influencia no crescimento?

Sim. Embora a puberdade seja a fase com maior velocidade de crescimento (em média, 8 cm/ano nas meninas e 10 cm/ano nos meninos), os hormônios sexuais levam a progressão da idade óssea, quando então ocorre a parada do crescimento.

Algumas vezes é preciso bloquear a puberdade para otimizar o crescimento?

Sim, isto ocorre principalmente nos casos em que há puberdade precoce (aparecimento de caracteres sexuais secundários - antes dos 8 anos nas meninas e 9 anos nos meninos).

Sempre que ocorre desenvolvimento de alguma característica sexual, significa, necessariamente, que haja um quadro de puberdade precoce?

Não. Existem situações em que há o início da puberdade (telarca precoce: início desenvolvimento das mamas ou pubarca precoce: aparecimento isolado do pelos pubianos), mas que não há progressão da puberdade. A princípio, não há comprometimento da altura final. Contudo, são situações que devem ser seguidas e acompanhadas por um endocrinologista.

Que tipo de tratamento deve ser indicado para a criança com baixa estatura por deficiência de hormônio do crescimento (GH)?

Nestes casos de deficiência do hormônio do crescimento indica-se o tratamento com reposição do hormônio.


Tema(s) relacionado(s):
Endocrinologia » Endocrinologia Pediátrica » Crescimento e baixa estatura